quarta-feira, 12 de maio de 2010

Camareira ou juíza? O racismo na mídia

Imprensa Marrom, versão nacional
PDF Imprimir E-mail
Qua, 12 de Maio de 2010 14:43

erro_R7

Foi dito há pouco tempo pela diretora executiva do Política Hoje da importância em se fazer jornalismo nos conteúdos on-line, principalmente os que se difundem na Bahia. Mas, ao que parece, a falta de controle e a prática de pseudos jornalistas se aplica ao cotidiano de sites e blogs, no Brasil. Um site informativo, com bom número de acessos, e ligado a uma rede nacional de televisão cometeu erro crasso. A premissa do jornalismo é a apuração. A foto postada acima e que ainda está no ar, no portal nacional, nos remete a alguns questionamentos.

Por que a pessoa que inclui a legenda atribuiu à mulher o ofício de camareira? Por ela ser negra e estar abraçada a uma atriz branca?

Não desmerecendo nem a atriz, muito menos as importantes camareiras que se desdobram tão quanto em seus afazeres, mas, a negra em questão, é a primeira juíza negra do Brasil, Luislinda Valois que esteve na emissora para gravar emocionado depoimento de sua trajetória, cheio de batalhas e de conquistas. A ela, todo o nosso reconhecimento.http://www.politicahoje.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=13910:imprensa-marrom-versao-nacional&catid=1:noticias-salvador&Itemid=14

Marcos Russo

http://estrelando.r7.com/celebridades/galeria/confira_os_bastidores_do_ultimo_capitulo_de_viver_a_vida-79837/imagem/despedida-8.html

8 comentários:

Rosana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rosana disse...

Caro Humberto,
Um erro lamentável, de fato, na legenda da foto do site, que é parceiro do R7.
Avisei a redação, que entrou em contato imediato com o site. A legenda está corrigida.

http://estrelando.r7.com/celebridades/galeria/confira_os_bastidores_do_ultimo_capitulo_de_viver_a_vida-79837/imagem/despedida-8.html

A juiz tem, realmente, uma trajetória louvável, uma lição de vida a toda sociedade brasileira.
Um abraço,

Rosana Hermann

Márcio Santos disse...

?HAHAHHHAHAHAHA isso foi feio

Shoujofan disse...

Caramba... :(

Marcos Campos disse...

Lamentável este erro...

Leli Junqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Será que foi um simples erro ou um agir discriminatório como é prática de muitos ainda em nossa sociedade? Lamentável um jornalista, que deve sempre laborar com responsabilidade ao publicar suas informações, cometer um "erro" desse tipo, principalmente, quando se fala daquela juíza que proferiu a primeira sentença contra a discriminação racial no mundo.Nada contra quem exercer a atividade de camareira, mas expressou o site aquela idéia arraigada em nossa sociedade de que negro sempre exerce as profissões que exigem menos qualificações profissionais. Ainda bem que o mundo tem mostrado aos preconceituosos que inteligência e capacidade de vencer na vida não são atributos de "nós brancos".
Que bom que corrigiram no site o comentário.

Anônimo disse...

Constrangimento totalmente configurado... que falta de responsabilidade e de respeito com os negros, pois na dúvida quanto à função de uma negra ao lado de uma atriz, a entitulam "camareira".
Essa é uma singela demonstração do preconceito racial intrínseco a todos nós.
Precisamos refletir mais sobre o assunto e rever alguns conceitos.
Essa diversidade de raças atribuída por Deus aos homens deve ter uma razão de ser. Concordam?