sexta-feira, 20 de junho de 2014

CANDIDATA NEGRA AO STF JUÍZA FEDERAL ADRIANA CRUZ



Muitas pessoas tem sido lembradas para ocupar as próximas vagas do STF. Nomes respeitáveis tem sido lembrados. Até o meu. Gostaria de incluir o de uma admirável jovem mulher negra, Juíza Federal há 15 anos, e com currículo invejável. Trata-se da Dra. Adriana Cruz, juíza federal no Rio de Janeiro, cujo currículo relembro abaixo. Lembrar a presença de uma mulher negra no STF tem sido uma tarefa que me impus há  tempos. Ver aqui e aqui . O nome da Juíza Adriana Cruz começou a circular com força, depois que setores do movimento negro apresentaram uma lista à presidente Dilma, e esta a recebeu, apenas, sem muito ânimo. Como sabido, a Constituição Federal prevê para o cargo de Ministro(a) do STF, a livre escolha da presidente da República, a reputação ilibada e o notório saber jurídico. Adriana tem feito sucesso em sucessivas caravanas de juristas norte-americanos que tem vindo ao Brasil. Veja a juíza aqui. Adriana tem a seu favor um fator que os demais indicados não tem: é jovem, embora experiente.

Adriana Alves dos Santos Cruz, carioca, Juíza Federal desde dezembro de 1999, exerce atualmente jurisdição na Seção Judiciária do Rio de Janeiro. Graduada pela Faculdade Nacional de Direito, mestre em Teoria do Estado e Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, doutoranda em Direito Penal pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Foi Procuradora do Banco Central do Brasil em Salvador e Brasília entre os anos de 1994 e 1999, contando, assim, com quase 20 anos de serviço público e 15 anos de magistratura.


Aqui seu curriculo Lattes  http://lattes.cnpq.br/1934361646938191

As repercussões da nomeação de uma mulher negra para a mais alta Corte do Brasil, para o conjunto de países do continente americano, seriam incalculaveis,  impensáveis, pois trariam para o debate conceitos e preconceitos muito bem guardados desde a Escravidão do Negro e da Negra no Brasil.


Leia também:


INDICAÇÃO DE MULHER NEGRA PARA O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
 http://humbertoadami.blogspot.com.br/2009/05/indicacao-de-mulher-negra-para-o.html

Mulheres negras de carreira jurídica no STF

http://arquivo.geledes.org.br/areas-de-atuacao/questoes-de-genero/265-generos-em-noticias/14529-mulheres-negras-de-carreira-juridica-no-stf


FONTE:  Blog do Humberto Adami

Um comentário:

Eloá dos Santos Cruz disse...

Prezado Doutor HUMBERTO ADAMI:
Independente da alegria do fato de ver o nome da Juíza ADRIANA Alves dos Santos CRUZ cogitado para uma inimaginável oportunidade como essa, quero registrar outra alegria, que é a descoberta da sua generosa iniciativa, pois, quando se propalou a possibilidade de novas vagas para a Corte de Justiça Mais Alta do nosso País, o primeiro nome que me ocorreu foi o seu. Assim, ao conhecer essa iniciativa feita no seu Blog, me faz orgulhoso de conhecer esse aspecto de quem é capaz de esquecer de si para se lembrar do próximo. Parabéns. a) Eloá dos Santos Cruz